13 de dez de 2011


Proerd é um Programa cooperativo entre escola, Polícia Militar e família. É mais um fator de proteção que as Polícias Militares do Brasil vem trabalhando para somar na escola com uma orientação e conscientização para uma vida saudável através de um modelo de tomada de decisão.
O Proerd na escola tem como base o princípio da integração social, com muita participação dos alunos. Nas aulas temos apoio, colaboração e acompanhamento dos professores. O programa tem um material didático de apoio (livro do estudante), composto de lições que abordam fatos sobre algumas drogas, noções de cidadania, técnica para se resistir às pressões dos colegas e da mídia para o uso de drogas, técnicas de autocontrole para se afastar da violência, maneira de se lidar com o estresse, promoção da auto-estima, tomada de decisão e valorização à vida.
O Proerd - Programa Educacional de Resistência as Drogas, foi criado por duas professoras pedagogas do Distrito Escolar da cidade de Los Angeles (Estados Unidos) no ano de 1983 com a sigla D.A.R.E. (Drugs Abuse Resistance Education) e apresentado ao departamento de Polícia de Los Angeles – EUA. Teve boa aprovação e com dois anos de aplicação o Programa estava em todos os Estados americanos. Rompeu-se fronteiras e atualmente já vem sendo aplicado em mais de 55 países. Com isso o Instituto Nacional de Estudo Sobre Abuso de Drogas – NIDA, um dos maiores centros de pesquisa sobre álcool e drogas do mundo, referenda o Programa como sendo um dos mais eficazes modelos de prevenção às drogas em todo o mundo.
No Brasil o programa iniciou-se no Rio de Janeiro em 1992 e foi se expandindo para outros Estados. Chegou em Estado de Mato Grosso no ano de 2000 especificamente em Cuiabá e Várzea Grande. No Brasil, tamanha foi à aceitação por parte das escolas e comunidade, que atualmente o programa já atende todos os estados brasileiros, seja em escolas públicas ou privadas.
Em visita aos Estados Unidos alguns Oficiais da PMRJ conheceram o Programa. Foi então que se articulararam no sentido que pudessem trazer o programa para o Brasil. Desta forma em 1992 o Cmdo da PMERJ conseguiu que alguns policiais americanos, mentores do D.A.R.E., viessem para o Rio de Janeiro e formaram alguns instrutores da PMRJ. Formaram uma comissão “aportuguesaram” o nome do Programa para Proerd – Programa Educacional de Resistência às Drogas e á Violência. O único país que nacionalizou e mudou o nome da sigla original. Para que pudesse ampliar o número de policiais instrutores foi necessário novamente a vinda de mentores do D.A.R.E., desta vez para formar mentores para o Proerd da PMERJ. Então fora formado a primeira equipe de mentores do Proerd no Brasil. 
Em 1993 a PMESP implantou o Proerd no Estado São Paulo, em 1994 a PMDF no Distrito Federal, depois Santa Catarina, depois Minas Gerais etc.
Em 2000 o Cmdo da PMMT recebeu um convite da PMESP para que enviasse um oficial representando nossa Instituição em um evento promovido por aquela instituição. No referido evento fora divulgado o Proerd. Na ocasião o então Cap PM Alberto de Barros Neves, atualmente Maj PM Alberto, foi o oficial quem esteve no evento e apresentou ao Cmdo da PMMT o que seria o Proerd. Desta feita o Cmt Geral da PMMT concedeu ao referido oficial a função de Coordenador estadual do Proerd. Desta feita, o então primeiro Coordenador Estadual do Proerd divulgou um ofício nas UPMs de Cuiabá e Várzea Grande, solicitando policiais que preenchessem alguns pré-requisitos, a participarem de uma seleção para um curso de formação de instrutores do Proerd.




Alunos em foto com o PM Marcos Barbosa, inclusive eu (de branco)

Com a divulgação nas UMPs compareceu 45 policiais, para a seleção, no QCG. Então o Coordenador passou um vídeo sobre o Proerd e esclareceu o que era Proerd. Divulgou que o curso seria em Porto Velho – RO e que havia apenas cinco vagas para o curso de formação de instrutores do Proerd, que uma já era dele por ser o Coordenador Estadual do Proerd. Em dois dias os policiais participaram de atividades, avaliativas e eliminatórias, com o Coordenador e equipe. Na seleção ficou apto a participar do curso de formação de instrutores do Proerd os seguintes policiais,: O então Sd Eronildo (atualmente 2º Sgt), a então Sd Jucemara (atualmente 2º Sgt), o então Sd Sávio (atualmete Cb), o Sd Aristóteles.

Em junho de 2000 os quatro policiais selecionados, mais o Coordenador participaram do curso em Porto Velho – RO durante duas semanas. Que esteve Coordenando o referido curso o então 1º Ten PMESP Rigui, com equipe de uma pedagoga de SP e seis mentores, sendo: dois da PMESP, dois da PMERJ e dois da PMDF. Entre os alunos a instrutores estavam policiais 30 policias das seguintes Polícias: 5 da PMMT, 5 da PMRR, 9 da PMAC e 11 da PMRO. Desta forma em julho de 2000 iniciou o Proerd em Mato Grosso com cinco instrutores. Na época o Proerd era aplicado em 17 semanas (17 lições) nas escolas. (detalhes na pág. 6)
Retornando do curso fora criado uma diretriz para regulamentar em Mato Grosso o Proerd na PMMT. Posteriormente em 2002 foi criado um decreto Estadual regulamentando o Proerd na PMMT. (detalhes na pág. 7)
No ano de 2001 fora realizado um curso de formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Cuiabá – MT. Que teve como equipe de formação: Uma Pedagoga do RJ 1 máster da PMERJ, 1 mentor da PMERJ, 2 mentores da PMDF e 2 mentores da PMESP. Participaram do curso policiais dos seguintes atuais Comandos Regionais: Barra do Garças, Rondonópolis, Cáceres, Sinop e Tangará. 
Em 2002 cinco instrutores, mais o Coordenador, participaram do curso de formação de mentores do Proerd em Porto Velho-RO. Que teve como equipe de formação: Uma Pedagoga da PMSC, 1 máster da PMSC, 2 mentores da PMDF, 2 da PMESP e 2 da PMERJ. Na qual participaram policiais: o então Cap Alberto (atualmente Maj), a então Cb Rita (atualmente 2º Sgt) o então Sd Eronildo (atualmente 2º Sgt), a então Sd Jucemara (atualmente 2º Sgt), o então Sd Carlos Leite (atualmente 2º Sgt), o Sd Aristóteles. Desta forma iniciava a primeira turma de mentores do Proerd da PMMT
Em 2003 fora realizado um 2º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Várzea Grande-MT. Que teve como equipe de formação: Uma pedagoga do DF, 1 máster da PMDF, 2 mentores da PMERJ e 4 mentores da PMMT. Nesta época, logo após o curso, houve a troca do Coordenador Estadual do Proerd. Que assumiu o Maj PM Márcio Thadeu Firme.
Em 2003 o Proerd passou a ter uma transformação nacional, foi então que a PMMT enviou a Manaus-AM três mentores, o então Sd Eronildo (atualmente 2º Sgt)então Sd Carlos Leite (atualmente 2º Sgt), o Sd Aristóteles, para uma atualização de currículo do Proerd. Que teve como equipe de formação: Uma Pedagoga dos EUA, 1 mentor do DP de Los Angeles-EUA, 2 mentores da PMDF e 3 mentores da PMESP. Os alunos eram 70 policiais mentores e instrutores das seguintes polícias: PMMT, PMAM, PMRO, PMTO, PMRR, PMAC, PMAP, PMMA, PMBA, PMAL, PMSE, PMPE, PMRN, PMPA, PMCE, PMPI, PMMS E PMDF.
Em 2003 fora realizado um encontro nacional do Proerd promovido pela PMESP, em comemoração dos 10 anos de aplicação do Proerd em SP. Neste encontro, da PMMT foram os seguintes policias: Maj Thadeu e o 3º Sgt Alan.
No final de 2004 houve a troca do Coordenador Estadual do Proerd. Que assumiu o então Maj PM Jacques Lopes da Cunha (atualmente Ten Cel).
Em 2005 houve uma atualização de mentores ao novo currículo do proerd. Que participou como aluno do Curso o Sd PM Aristóteles e como ouvinte o então Maj PM Jacques (atualmente Ten Cel).
Em 2005 fora realizado o 3º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Tangará da Serra para o CR de Tangará da Serra-MT. Que teve como equipe de formação: 1 máster da PMDF, 2 mentores da PMDF, 1 mentor da PMSP, 1 mentor da PMMT e 2 mentores da PMPR.
Em 2005 fora realizado um encontro Estadual e Nacional do Proerd em Faxinal do Céu-PR. Foram ao encontro: o Coordenador Estadual do Proerd e vários instrutores.
Em 2006 fora realizado 4º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Cáceres para o CR de Cáceres. Que teve como equipe de formação: Uma Pedagoga de SC, um Pedagogo de MT, 1 máster da PMSC, 3 mentores da PMSC e 1 mentor da PMMT.
Em 2006 a PMAM ofereceu 8 vagas para o curso de formação de mentores ao novo currículo do Proerd, realizado em Manaus-AM, na qual a PMMT através da Coordenação Estadual do Proerd avalizou e enviou para o referido 8 policiais: , 3º Sgt Eronildo (atualmente 2º Sgt), 3º Paulo (atualmente 2º Sgt), o Sgt, 3º Sgt Hélio (atualmente 2º Sgt), Cb Mervile (atualmente 3º Sgt), Cb Iremar, Cb Rita, Sd Cristina Ferri e Sd Ana Paula. Que também participaram policiais da PMRN e PMAM. Que teve como equipe de capacitação: Uma Pedagoga de SC e 7 másteres da PMSC.
Em 2006 fora realizado 5º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Sinop para o CR de Sinop. Tendo como equipe de capacitação: 1 Pedagogo de MT, 1 máster da PMSC, 3 mentores da PMSC e 1 mentor da PMMT.
Em 2006 fora realizado 6º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Barra do Garças para o CR de Barra do Garças. Que fora oferecida uma vaga para a PMGO. Tendo como equipe de capacitação: 1 Pedagogo de MT, 1 máster da PMSC, 1 mentor da PMSC e 5 mentores da PMMT.
Em 2006 fora realizado 7º curso para formação de instrutores do Proerd para policiais da PMMT em Várzea Grande, para os CRs de Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. Que fora oferecida uma vaga para a PMGO. Tendo como equipe de capacitação: 1 Pedagogo de MT, 1 máster da PMSC, 1 mentor da PMSC e 5 mentores da PMMT.
Em 2006 fora realizado um encontro Estadual e Nacional do Proerd em Faxinal do Céu-PR. Foram ao encontro os seguintes policias: o então 1º Ten Teodoro (atualmente CaP), a Cb Rita, Sd Cristina Ferri e Sd Fernandes.
Em 2006 a PMPR ofereceu a PMMT uma vaga para instrutores do Proerd. Que foi enviado o Sd Evandro.
Em 2007 foram enviados a delegação dos Jogos Panamericanos os seguintes policiais: Cb Mervile (atualmente 3º Sgt) que participou do curso de formação de instrutores do Proerd para pais ou responsáveis e atual nas comunidades dos morros cariocas formando várias turmas de pais ou responsáveis, Cb Rita, Sd Cristina Ferri (trabalharam na coordenação de projetos) e Sd Zeni que também participou do curso de formação de instrutores do Proerd para pais ou responsáveis e atuou em várias comunidades dos morros cariocas, formando várias turmas de pais ou responsáveis.
Em 2008 a PMDF ofereceu três vagas para mentores e três vagas para instrutores do Proerd. Que participaram do curso de formação de mentores os seguintes policiais: Ten Cel Jacques, a 3º Sgt Alice (atualmente 2º Sgt), o Sd Andrade e para o curso de formação de instrutores foram enviados os seguintes policias: Maj Nivaldo, Cb Gierly e Sd Enéias.
Em 2008 fora realizado um encontro Estadual e Nacional do Proerd em Faxinal do Céu-PR. Foram ao encontro: o Coordenador Estadual do Proerd e vários instrutores de Mato Grosso. Que participaram do curso de formação de instrutores do Proerd para pais ou responsáveis os seguintes policiais: Ten Cel Jacques, o 3º Sgt Eronildo (atualmente 2º Sgt), 3º Sgt Paulo (atualmente 2º Sgt) e a 3º Sgt Alice (atualmente 2º Sgt).
Em 2008 a PMSC ofereceu uma vaga para mentor do Proerd. Que fora enviado o seguinte policial: 2º Ten PM Dênnis
Em 2008 fora realizado 1º curso para formação de instrutores do Proerd para pais ou responsáveis para policiais da PMMT em Poconé-MT. Que policiais de várias cidades participaram do referido curso. Tendo como equipe de capacitação: 1 Pedagogo de MT, 1 máster da PMSC, 1 mentora da PMTO e 5 mentores da PMMT.


Em março de 2009 a PMSC ofereceu para a PMMT seis vagas para curso de formação de Máster. Que participou da formação: Ten Cel Jacques, Ten Dennis, Sgt Eronildo, Cb Rita, Sd Cristina Ferri e Sd Aristóteles. Além da PMSC e PMMT, também participou do curso policiais da PMTO, PMGO, PMRS e PMAM. 
Em 2010 a PMTO ofereceu 3 vagas para o curso de formação de mentores ao novo currículo do Proerd, realizado em Tocantin-TO, na qual a PMMT através da Coordenação Estadual do Proerd avalizou e enviou para o referido 3 policiais: Cb Lidiane Sd Zeni e Sd Mariza. Que teve como equipe de capacitação: Masteres da PMSC, PMPR e um Pedagogo de PMSC.



Na última semana foi realizado esse projeto aqui na escola estadual Vinícius de Moraes ministrada pelos policiais militares Marcos Barbosa e Jarbas Ferreira, que esclareceram assuntos ligados as drogas, como se prevenir, o cuidado que os pais tem que ter para com seus filhos e sobre o afeto que muitos pais não dão à suas crianças, criando um vínculo afastado entre pais e filhos dando mais abertura para que a crianças se envolva com violência, drogas e outros males, podendo levar até a morte. Em dois dias o curso não foi possível ter sua execução normal, pois nossa cidade sofreu com quedas de energia sem a explicação dos nossos administradores de energia elétrica. Enfim, foi uma semana de muitas informações e aprendizado, com um bom humor apresentado pelos PM's na execução das palestras. Esperamos que no ano de 2012, possamos ter novamente esse curso, pois é de grande destaque e valia para a população, principalmente para os jovens. 
Categories: ,

3 comentários:

  1. qual segredo de jarbas alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi gente linda fala com migo

      Excluir
  2. oi gente sou luana

    ResponderExcluir

Se você gostou deste artigo deixe um comentário!

Duvidas ou sugestões comentem aqui! =D
*Não insultar autor ou leitores da postagens
*Não pedir parceria por comentários
*Não publicar spam ou similar.

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!