9 de dez de 2011


Com o mesmo ótimo toque de bola que envolveu e eliminou Flamengo e Vasco, o Universidad de Chile derrotou a LDU, por 1 a 0, na altitude de Quito, nesta quinta-feira, na primeira partida da final da Copa Sul-Americana. Os chilenos se impuseram no estádio Casablanca e voltam para casa com a vantagem de jogar pelo empate para conquistar o título, em Santiago, na próxima quarta. O time do Equador terá de vencer por dois gols de diferença, ou por um, desde que faça dois gols no mínimo para ficar com o título. Se derrotar La U por 1 a 0 a decisão irá para os pênaltis. O gol único do jogo desta quinta foi marcado por Eduardo Vargas.
Os dois times começaram buscando o gol, sendo que as primeiras oportunidades pertenceram à equipe chilena. Logo a um minuto houve um lance duvidoso: Canales caiu dentro da área em disputa com um zagueiro e pediu pênalti, não marcado pelo árbitro argentino Diego Abal. Pouco depois o mesmo Canales teve ótima chance, mas cabeceou para fora.
vargas hidalgo ldu x universidad do chile (Foto: AP)
O time mandante não demorou a levar perigo ao gol adversário, mas a melhor oportunidade surgiu só aos 27, com Reasco chutando em cima de Herrera, dentro da área. Com a altitude de 2.743 metros da capital equatoriana, os jogadores arriscaram muitos chutes de fora da área, aproveitando a pouca resistência do ar. O ímpeto inicial, porém, reduziu muito e somente nos últimos cinco minutos as emoções voltaram à partida.
Aos 42, a LDU teve uma chance clara de marcar, mas Barcos completou de canela, para fora, na pequena área, um ótimo lançamento de Equi González da direita. O castigo veio no contra-ataque: Eduardo Vargas fez um golaço, driblando o goleiro Domínguez e completando para o gol vazio.
Segundo tempo
Com a desvantagem no marcador, o time da casa partiu com mais força para o ataque, teve uma boa oportunidade em chute de Bolaños, que substituíra Bieler, de fora da área. No entanto, foi no toque de bola envolvente que La U quase ampliou o marcador, com Aránguiz chutando prensado com Domínguez, após penetração no meio da zaga adversária.
Com meias de ótima visão de jogo e passes apurados, o time chileno ignorava a altitude e conseguia penetrar na defesa adversária com mais facilidade do que o equatoriano. A LDU chegava mais na base do abafa e foi desta forma, após falha de Herrera, que Barcos perdeu chance incrível, aos 22.
Na metade do segundo tempo, o time chileno começou a ceder mais espaços por causa do cansaço, e Hidalgo só não marcou de cabeça, aos 34, porque Rojas salvou antes de Herrera. Um minuto depois, La U, sempre perigosíssima em contra-ataque, teve uma oportunidade claríssima com Rodríguez, que chutou muito mal, livre na área, para fora.
A partir daí, o time do Chile procurou segurar o resultado, e o da casa tentava na base da garra chegar ao empate. Mas foi La U que mais uma vez deixou o campo vitoriosa, completando assim 33 partidas de invencibilidade, e com uma ótima vantagem para ganhar a competição em casa.


Tagged: ,

0 comentários:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo deixe um comentário!

Duvidas ou sugestões comentem aqui! =D
*Não insultar autor ou leitores da postagens
*Não pedir parceria por comentários
*Não publicar spam ou similar.